Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2020 > Cadastro de drones na ANAC precisa ser revalidado
conteúdo

Notícias

Cadastro de drones na ANAC precisa ser revalidado

Atualização cadastral no SISANT é necessária a cada dois anos. Registros vencidos são excluídos.
publicado: 04/02/2020 10h05, última modificação: 04/02/2020 10h54

Usuários que tiverem drones cadastrados no sistema SISANT, da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), devem ficar atentos para a atualização cadastral desses equipamentos. O cadastro feito no SISANT tem validade de dois anos e o registro que não for revalidado, em até 6 meses após o vencimento, é cancelado automaticamente, conforme está previsto no Regulamento Brasileiro de Aviação Civil Especial (RBAC-E) nº 94. Drones com o cadastro vencido não podem ser utilizados.

Publicado em 2017, o RBAC-E nº 94 prevê o cadastramento de todos os equipamentos para acesso ao espaço aéreo. Até o final de janeiro deste ano, havia mais de 76 mil equipamentos com cadastros ativos. Desses, aproximadamente 47 mil destinavam-se ao uso recreativo e 29 mil ao uso profissional. 

Atualmente, o cadastro no SISANT é emitido com validade de dois anos. Após esse período, é necessária a revalidação. A ANAC notifica os usuários por e-mail, quando o cadastro está próximo ao prazo de validade e quando o registro é efetivamente cancelado. 

Caso o usuário tenha tido o cadastro cancelado, mas ainda precise dele, não tem problema. Basta realizar um novo cadastro, lembrando porém que, uma vez cancelado, o número do registro pode ser disponibilizado para outros usuários.

Para revalidar ou recadastrar o equipamento, o procedimento é muito simples. Acesse o SISANT com login e senha previamente cadastrados no sistema e siga os passos indicados. Para saber informações sobre regras, cadastramento e dicas de operação, acesse a Página Temática de Drones, no Portal da ANAC.

Assessoria de Comunicação Social
jornalismo@anac.gov.br

registrado em: , , ,