Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > Quase 50 aeronaves foram apreendias na Operação Flak da Polícia federal
conteúdo

Notícias

Quase 50 aeronaves foram apreendias na Operação Flak da Polícia federal

Aviões eram usados no tráfico internacional de drogas
publicado: 21/02/2019 16h08, última modificação: 21/02/2019 16h11

A participação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) na Operação Flak da Polícia Federal, deflagrada nesta manhã (21/02), contribuiu para apreensão de 47 aeronaves utilizadas no tráfico internacional de drogas. A Operação teve como foco desarticular financeiramente organização criminosa especializada no transporte aéreo de grandes quantidades de drogas, trazidas da Venezuela, Colômbia e Bolívia, para o Brasil, Estados Unidos e Europa.

 Ao todo foram cumpridos 54 mandados de prisão e 81 mandados de busca e apreensão, nos estados de Tocantins, Goiás, Paraná, Pará, Roraima, São Paulo, Ceará e no Distrito Federal. Segundo a investigação, que teve início há dois anos, no período compreendido entre meados de 2017 e 2018, foram realizados no mínimo 23 voos transportando em média 400 quilos de cocaína cada, totalizando mais de nove toneladas.

 Cerca 400 policiais federais dão cumprimento aos mandados. A ação contou com o apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) e do Grupamento de Rádio Patrulha Aérea da Polícia Militar de Goiás (GRAER/PMGO) e da ANAC.

 A ANAC abrirá processo para verificar infrações administrativas em todas as 47 aeronaves apreendidas.

 Leia mais sobre a Operação Flak aqui.

 *Com informações da Polícia Federal

Assessoria de Comunicação Social da ANAC
Gerência Técnica de Relações com a Imprensa
E-mail: jornalismo@anac.gov.br
www.anac.gov.br