Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2019 > Conheça o Plano de Supervisão da Segurança Operacional 2019
conteúdo

Notícias

Conheça o Plano de Supervisão da Segurança Operacional 2019

publicado: 04/04/2019 15h57, última modificação: 04/04/2019 15h57

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) publicou hoje (04/04) o Plano de Supervisão da Segurança Operacional (PSSO), com objetivo de contribuir para a melhoria contínua da segurança operacional da aviação civil brasileira, identificando as áreas de atuação prioritárias da Agência para os próximos anos. O PSSO é parte do Programa de Segurança Operacional Específico da ANAC (PSOE-ANAC), que está inserido no Programa Brasileiro para a Segurança Operacional da Aviação Civil (PSO-BR).

O Plano, que é o principal produto do Projeto Prioritário 6 – Objetivos e Metas do Programa de Implementação do PSOE-ANAC, contém objetivos, metas, indicadores e iniciativas que abordam os principais riscos de segurança operacional na aviação civil, identificados a partir de uma avaliação da estruturação do Programa de Segurança Operacional do Estado no âmbito de atuação da ANAC e da análise do desempenho da aviação civil em termos nacionais e internacionais. Estas análises buscaram identificar os distintos perfis de risco apresentados pelos diferentes setores da aviação nacional, dando origem à identificação e priorização das questões de segurança operacional abordadas.

As iniciativas são ações a serem executadas a partir de lições aprendidas, sobretudo, a partir da análise de ocorrências aeronáuticas. Essas iniciativas podem incluir a elaboração ou revisão de normativos, o direcionamento dos esforços de supervisão de segurança operacional, a estruturação de processos, a coleta e análise de dados e informações e a promoção da segurança operacional, entre outras.

A ANAC fará ainda o monitoramento contínuo dos objetivos, metas, indicadores e iniciativas do Plano, tendo em vista que a análise de segurança operacional é um processo em constante evolução, que deve refletir as mudanças no desempenho das pessoas e organizações, dos segmentos e do sistema de aviação e considerar os perfis de risco associados, que são dinâmicos por natureza.

Consulte aqui o Plano de Supervisão da Segurança Operacional 2019.