Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2017 > Horário de funcionamento do Aeroporto de Natal será modificado por 30 dias
conteúdo

Aviso

Horário de funcionamento do Aeroporto de Natal será modificado por 30 dias

Passageiros devem verificar possíveis alterações de voos
publicado: 18/08/2017 10h20, última modificação: 18/08/2017 10h20

Brasília, 18 de agosto de 2016 - A ANAC solicita atenção aos passageiros que tiverem voos com origem ou destino ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, em Natal, entre os dias 11 de setembro e 10 de outubro de 2017. A pista principal de pouso e decolagem do aeroporto ficará fechada para obras de manutenção durante 30 dias. Neste período os pousos e decolagens serão realizados na pista auxiliar do terminal. Por esse motivo, os voos noturnos serão suspensos. As empresas aéreas já estão reprogramando seus voos para se adequarem ao novo horário de funcionamento do aeroporto e procedendo com o aviso aos passageiros.

Segundo a Resolução n° 400 da ANAC, as empresas devem comunicar aos passageiros da alteração do voo em até 72horas antes do embarque. É importante, no entanto, que os próprios passageiros fiquem atentos e verifiquem junto às companhias aéreas se o voo foi alterado. A verificação pode ser realizada pelos canais de atendimento da companhia ou ainda pelo serviço “Status do Voo” disponível no site do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante -RN (Natal). Os voos internacionais, operados à noite, serão remanejados para outros terminais com ligações domésticas. Destacamos, ainda, que o antigo Aeroporto de Natal não receberá voos remanejados neste período. 

Para os casos em que a alteração do voo não atenda às necessidades do passageiro, este poderá solicitar reembolso integral da passagem aérea. Algumas empresas aéreas também estão oferecendo a remarcação do bilhete sem custo, por isso é importante contatar a companhia para verificar as facilidades ofertadas por cada uma.

Se o acordo entre passageiro e empresa aérea não for cumprindo, o passageiro deverá registar sua manifestação, primeiramente, junto à companhia aérea, por meio do site www.consumidor.gov.br. Pela ferramenta, o consumidor pode se comunicar diretamente com as empresas aéreas, que têm o compromisso de receber, analisar e responder as manifestações em até 10 dias. Caso não seja solucionado, o passageiro poderá, ainda, registrar a manifestação diretamente na ANAC, por meio do Fale com a ANAC, no site, ou pelo telefone 163. 

 

Assessoria de Comunicação Social da ANAC 
Gerência Técnica de Relações com a Imprensa 

E-mail: jornalismo@anac.gov.br 
www.anac.gov.br