Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Sala Master no Santos Dumont recebe visita do Ministro
conteúdo

Notícias

Sala Master no Santos Dumont recebe visita do Ministro

ANAC coordena operação nos aeroportos
publicado: 05/08/2016 18h07, última modificação: 01/09/2017 09h24

Brasília, 5 de agosto de 2016 - O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, e os diretores José Ricardo Botelho e Ricardo Bezerra, da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), visitaram nesta sexta-feira (5), no Rio de Janeiro, os dois aeroportos da cidade, onde acontece grande movimentação de passageiros para os Jogos Olímpicos.

Eles estiveram na Sala Master de Comando e Controle da Aviação Civil, no aeroporto Santos Dumont, local que funciona 24h e onde se reúnem representantes dos principais órgãos da aviação civil. Eles acompanharam o gerenciamento das operações aéreas, os procedimentos de gestão de slots de voos executivos e os sistemas de navegação aérea que operam em tempo real. O ministro elogiou a integração dos órgãos públicos e privados que trabalham juntos na operação especial do setor de Aviação para o evento.

Os coordenadores da Operação Olimpíadas da ANAC, que envolve quase 500 servidores da Agência no período de 19 de julho a 22 de setembro, estavam presentes durante a visita, que contou também com a presença do secretário executivo do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Fernando Fortes; do presidente da Infraero, Antônio Claret; do secretário de Política Regulatória de Aviação Civil, Rogério Coimbra; do diretor de Gestão Aeroportuária Paulo Henrique Possas e do coordenador do Comitê Técnico de Operações Especiais da Aviação Civil, Thiago Meirelles.

“Hoje é um dia crucial para a aviação brasileira. Os primeiros balanços parciais da operação dão indicativos de patamares de pontualidade melhores que a Copa, quando já tivemos um resultado acima da média de excelência internacional”, declarou o ministro.

O coordenador da Operação Olimpíadas da ANAC, Claudio Ianelli, disse que o trabalho da Agência nas Operação é uma mistura do que ocorreu na da Rio +20 e na Copa do Mundo. “O trabalho agora é mais complexo, pois o volume de aeronaves com autoridades e clientes VIP é bem superior. Além disso, lidamos com bagagens incomuns no dia a dia, como equipamentos esportivos de grande porte e cavalos usados nas provas”, explicou. Ianelli também ressaltou que a experiência adquirida nas operações anteriores e o profissionalismo de todos os servidores envolvidos na Operação estão sendo fundamentais para o bom desempenho da aviação até o momento.

O time da ANAC durante a visita também contou com Marcelo Lima, subcoordenador da Operação, Antônio Marcos Ferreira de Oliveira, gerente da Gerência de Operações de Serviços Aéreos (Gope), Leandro Miranda, também da GOPE, Cristiano Leal, chefe-substituto do Nurac no Santos Dumont, as servidoras Isabela Pamplona Castilho Lima, Mônica de Souza Quirino Pereira, Priscila Ribas Barboza, e Rogério Pecci Marcus Vianna, assessores dos diretores.

O ministro foi recebido pelo diretor-geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino; o Chefe do Subdepartamento de Operações (SDOP) do DECEA, Brigadeiro do Ar Luiz Ricardo de Souza Nascimento; e o chefe do Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), Tenente-Coronel Aviador Luiz Roberto Barbosa Medeiros. Integraram a comitiva do ministro: o secretário executivo do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Fernando Fortes; o presidente da Infraero, Antônio Claret; o diretor-presidente da Anac, José Ricardo Botelho; o secretário de Política Regulatória de Aviação Civil, Rogério Coimbra; o diretor de Gestão Aeroportuária Paulo Henrique Possas e o coordenador do Comitê Técnico de Operações Especiais da Aviação Civil, Thiago Meirelles.

 

Com informações da Assessoria de Imprensa/Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil.