Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 2016 > Mais pontualidade e menos infrações marcaram o desempenho do setor aéreo na temporada olímpica
conteúdo

Notícias

Mais pontualidade e menos infrações marcaram o desempenho do setor aéreo na temporada olímpica

Operação ANAC inspecionou 211 aeronaves e reforçou fiscalização com 500 servidores
publicado: 22/09/2016 14h16, última modificação: 01/09/2017 09h05

Rio de Janeiro, 22 de setembro de 2016 – O trabalho intensivo dos servidores da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e dos outros órgãos do setor aéreo nos principais aeroportos do país garantiu o bom desempenho do transporte aéreo na temporada olímpica (Olimpíadas e Paralimpíadas).

O índice de pontualidade dos voos atingiu média de 94,8% no período dos Jogos Olímpicos e 95,3% nos Jogos Paralímpicos.  Os dois índices foram maiores do que os registrados nos Jogos Olímpicos em Londres, que foi de 90,77% e de 89,98%, respectivamente.

No quesito infrações, o setor aéreo também apresentou melhora, registrando números consideravelmente mais baixos. Durante os Jogos Olímpicos, foram registradas 23 infrações relacionadas ao atendimento aos passageiros e nas Paralímpiadas, apenas quatro. Mesmo somados, o volume de infrações foi inferior aos 34 autos de infração emitidos pela mesma razão durante a Copa do Mundo FIFA 2014. O motivo das principais infrações foi relacionado ao atendimento inadequado aos passageiros com necessidade de atendimento especial.

Além da fiscalização do atendimento aos passageiros pelas companhias aéreas, a ANAC inspecionou 211 aeronaves durante os jogos e emitiu 28 notificações de irregularidades operacionais, contra 89 na Copa do Mundo. Isso tudo foi possível porque a Agência intensificou sua fiscalização nos principais aeroportos do país para garantir a segurança e a tranquilidade do transporte aéreo durante os eventos, assim como ocorreu durante a Copa FIFA 2014.

Os aeroportos do Galeão (RJ), Santos Dumont (RJ), Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Viracopos (SP), Brasília (DF), Confins (MG), Pampulha (MG), Salvador (BA) e Manaus (AM) contaram com reforço de 500 servidores na fiscalização e na orientação para receber os quase 15 milhões de passageiros registrados no período olímpico, entre atletas, membros de delegações e turistas que chegaram ao país.

Assessoria de Comunicação da ANAC
Gerência Técnica de Relações com a Imprensa
E-mail: jornalismo@anac.gov.br 
www.anac.gov.br