Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Setor Regulado > Profissionais da Aviação Civil > Habilitação > MMA - Cheque inicial
conteúdo

MMA - Cheque inicial

publicado 06/07/2016 10h40, última modificação 13/06/2019 17h26

Documentação requerida:

  • Requerimento padrão com todos os campos preenchidos, devidamente assinado no campo apropriado.

Clique aqui para impressão do requerimento padrão.

  • Comprovante de pagamento de GRU, código 5117.

Clique aqui para gerar o boleto de pagamento de GRU.

Escolher a área de interesse “TABELA DE SERVIÇOS” e clicar no código de GRU correspondente para geração do boleto.

  • Declaração de Experiência, emitida por empresa de manutenção certificada pela ANAC segundo o RBAC 121, 135 e/ou 145 e assinada pelo RT (Responsável Técnico) e pelo Diretor de Manutenção.

Clique aqui para impressão do modelo de Declaração de Experiência CIVIL.

ATENÇÃO: Caso o interessado não possua vínculo empregatício, deverá realizar exame prático (cheque) com Inspetor da ANAC. Para tanto, deverá apresentar autorização, por escrito, de empresa homologada no(s) grupo(s) pretendido(s) para utilização de suas dependências para realização de exame prático.

  • Documentação para comprovação de experiência na função de MMA, conforme Declaração de Experiência apresentada: no mínimo, 18 (dezoito) meses, no caso da comprovação de experiência prática para uma única habilitação ou 30 (trinta) meses, no caso da comprovação da experiência prática concomitante para mais de uma habilitação na seção 65.77 do RBAC 65. A comprovação de experiência deverá ser feita mediante a apresentação um ou mais dos seguintes documentos:

- cópia da CTPS (folhas de identificação civil e de vínculo(s) empregatício(s)),

- cópia de de Contrato de Trabalho definindo a atividade profissional; e/ou

- outros documentos que comprovem a realização de intervenções de manutenção durante o período.

É recomendável que, para atender a este requisito, sejam apresentadas cópias coloridas (arquivo.pdf) de boa qualidade das páginas da CTPS que contenham, além da identificação civil, todos os registros de contratos de trabalho, inclusive promoções, vinculados à Declaração de Experiência apresentada.

  • Certificado de conclusão de curso básico e especializado no(s) grupo(s) pretendido(s), realizados em instituição de ensino aprovada pela ANAC.
  • Aprovação em exame teórico da ANAC no(s) grupo(s) pretendido(s).
  • Certificado de conclusão de 2° grau/ensino médio.
  • Cópia dos documentos pessoais: RG e Certificado de Reservista (para não militares) ou documentos que os substituam.
  • Ficha de Avaliação de Mecânico de Manutenção Aeronáutica (F.A.M.M.A), caso o empregador possua examinador credenciado (a GTAR responsável pela empresa autoriza o cheque e o e-mail de autorização deve ser anexado ao processo). Caso a empresa não possua examinador credenciado, a avaliação prática deverá ser realizada por Inspetor da ANAC (a GCEP solicita internamente à SAR que envie Inspetor para realizar a avaliação prática).

 

A solicitação deverá ser feita, preferencialmente, diretamente no Portal da ANAC acessando  o link https://sistemas.anac.gov.br/habilitacao/ListarCriarAgendamento/ResultadoConsultarPublico.do, escolhendo a opção “Concessão de Licença” (preencher o campo a direta com MMA) e “Inclusão de habilitação(ões)” (preencher o(s) campo(s) à direita com GMP, AVI e/ou CEL, conforme o caso). Poderá, ainda, ser feita por peticionamento eletrônico (instruções disponíveis em https://www.anac.gov.br/acesso-a-informacao/protocolo-eletronico/), ou por meio de processo físico, protocolado em um dos postos da ANAC ou enviado para o endereço:

ANAC- Agência Nacional de Aviação Civil
a/c GCEP – Gerência de Certificação de Pessoal
Coordenação de MMA
Av. Presidente Vargas, 850 – 10. Andar – Centro
CEP 20071-001 – Rio de Janeiro - RJ

 

ATENÇÃO:

EXPERIÊNCIA MÍNIMA REQUERIDA:

18 (dezoito) meses, no caso da comprovação de experiência prática para uma única habilitação; ou

30 (trinta) meses, no caso da comprovação da experiência prática concomitante para mais de uma habilitação.

O usuário deverá comprovar que existe um intervalo mínimo de 18 meses entre o início do curso específico requerido e a data de entrada da solicitação da licença.

O tempo de estágio poderá ser computado para fins de obtenção da experiência mínima requerida, desde que o estágio tenha sido realizado em concomitância com um curso específico, conforme o estabelecido na Lei 11.788/2008.

Para o cômputo da experiência requerida somente serão consideradas as funções exercidas relativamente à manutenção aeronáutica.

 

MILITARES:

Em conformidade com o disposto na seção 65.84 do RBAC 65, para os militares das forças armadas, formados de acordo com o previsto no item 5.2.2 da IS 65.001, é dispensada a apresentação de:

  • Comprovante de aprovação em exame teórico da ANAC no(s) grupo(s) pretendido(s).
  • Carteira de trabalho.
  • Certificado de reservista.
  • Ficha de Avaliação de Mecânico de Manutenção Aeronáutica (F.A.M.M.A.), dede que o interessado possa comprovar experiência recente prevista na sessão 65.77 do RBAC 65. Caso contrário, deverá ser submetido à avaliação prática (cheque) por Inspetor da ANAC (item 5.2.3(b) da IS 65.001).

A Declaração de Experiência deverá ser assinada pelo Chefe de Manutenção e pelo Comandante do Esquadrão ou Unidade.

Clique aqui para impressão do modelo de Declaração de Experiência MILITAR

Canais de atendimento da GCEP:

Para melhor atendê-lo, as solicitações devem ser encaminhadas pelo telefone 163 ou por meio do nosso endereço eletrônicowww.anac.gov.br/falecomaanac..

Para contato direto com a Gerência de Certificação de Pessoal, utilize o email processos.pel@anac.gov.br.

Exclusivamente para recursos a processos indeferidos, utilize o email recursos.pel@anac.gov.br.

Sempre que fizer contato, favor fornecer seu CANAC, se possuidor, e/ou número do processo para facilitar a pesquisa.

Clique aqui e verifique as diversas orientações e modelos relativos às dificuldades comuns à Habilitação.