Você está aqui: Página Inicial > Assuntos > Páginas Temáticas > Aerodesporto > Voo a Vela
conteúdo

Voo a Vela

Voo a Vela

O voo a vela é uma das mais antigas formas de voar. Em diversas situações, é um excelente meio de treinamento de pilotos. Por isso, a atividade é reconhecidamente importante como porta de entrada da aviação para a formação de pilotos. A prática de voo a vela utiliza planadores e motoplanadores de diferentes categorias e demanda certa integração com a infraestrutura aeronáutica.

 

Habilitação

Para a prática de voo a vela é necessário ao operador possuir Licença de Piloto de Planador (PPL) válida. A exceção recai sobre a prática da atividade em pequenos planadores que operem sob as regras do RBAC nº 103 (em vigor a partir de 01/01/2019), nos casos excepcionalmente permitidos (acesse a página “Ultraleves Motorizados regidos pelo RBAC nº 103” para saber mais).

Interessados em praticar voo a vela devem procurar centros de instrução de aviação civil autorizados pela ANAC ou associações credenciadas que ofereçam cursos de Piloto de Planador. O exame de proficiência (cheque) para a obtenção da PPL e sua revalidação são realizados pelos centros de instrução de aviação civil ou por associações credenciadas pela ANAC.

Para atuar na função de piloto rebocador de planador, é necessário ter a qualificação estabelecida no requisito 61.31(g).

 

Requisitos para operação

O certificado de aeronavegabilidade concedido a planadores e a motoplanadores em geral pode ser de três tipos: padrão (concedido a planadores certificados), ALE especial (para aeronaves leves esportivas) ou experimental. Em qualquer desses casos, essas aeronaves estão sujeitas à alocação de marca de matrícula e devem ser registradas no Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB). Fabricantes interessados em obter certificados de aeronavegabilidade para planadores devem procurar a Superintendência de Aeronavegabilidade da ANAC.

Em caráter excepcional, a operação de planadores sob as regras do RBAC nº 103 (em vigor a partir de 01/01/2019) não requer qualquer certificado, desde que com peso vazio não superior a 80kg e com Velocidade Nunca a Exceder (VNE) de 100knots.

 

Onde praticar

A prática do voo a vela é autorizada nos espaços de voo designados pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e deve respeitar, ainda, as regras operacionais estabelecidas no RBAC nº 103 (em vigor a partir de 01/01/2019) para os casos excepcionalmente previstos nesse regulamento, ou RBHA nº 91 no caso geral.

Para verificar os locais adequados à prática de voo a vela, consulte a página eletrônica do DECEA (clique no link para acessar).

 

Atividades remuneradas (comercialização da atividade)

É proibida por lei a atividade aérea remunerada que não tenha autorização da ANAC e a Agência não concede autorização para a prática comercial de atividades aéreas que utilizem aeronaves não certificadas ou que sejam realizadas por pessoas não habilitadas pela ANAC.

A aprovação de operações remuneradas de voo a vela é possível, desde que seja realizada por empresa prestadora de serviço aéreo especializado devidamente autorizada pela ANAC. A atividade de instrução para a obtenção da licença de piloto de planador (PPL) é oferecida por centros de instrução de aviação civil e associações credenciadas autorizados pela Agência.

Quanto à instrução remunerada para mera formação de desportistas que operem sob as regras do RBAC nº 103 (em vigor a partir de 01/01/2019), não há proibição legal. Esse tipo de atividade de instrução ocorre livremente dentro da comunidade praticante, não sendo regulamentada pela ANAC nem considerada para fins de obtenção de habilitação.

É importante destacar também que não é possível à ANAC garantir a segurança de desportistas engajados nas atividades sob as regras do RBAC nº 103 (em vigor a partir de 01/01/2019). Portanto, é recomendável que os interessados na prática do voo a vela busquem centros de instrução de aviação civil devidamente autorizados. 

 

Regulamentação

A ANAC considera o voo a vela não apenas como um esporte, mas também com uma importante porta de entrada para a aviação civil. Trata-se, portanto, de uma modalidade desportiva de especial importância na formação de pilotos que, mais tarde, poderão vir a se tornar profissionais da aviação civil brasileira. Por essa razaão, a ANAC controla as atividades de voo a vela dentro dos parâmetros usuais da aviação civil internacional 

 

Links relacionados

Modalidades